Maquiagem e autoestima

A maquiagem capacita e empodera uma mulher!

A maquiagem possibilita uma mulher a se apresentar exatamente da maneira que ela escolhe.

Automaquiagem é você se conhecendo e se cuidando!

É você quem decide, o que contribui para sua auto-estima. Quando você coloca maquiagem, está dizendo: “Aqui estou” ou “Essa sou eu”!

Nada como um lindo batom e um pouco de máscara de cílios para encarar o dia se sentindo poderosa!

É inevitável: todas temos algumas inseguranças relativas à aparência que acabam influenciando a forma como vivemos e como nos comportamos. Para a maioria das mulheres, trabalhar a autoestima é um processo que dura anos, mas uma boa maquiagem pode fazer a diferença, em poucos instantes. A make vira a sua “pintura de guerra” para enfrentar o mundo com leveza, se sentindo mais poderosa e mais você mesma.

Maquiagem ajuda a revelar quem você é e auxilia na forma que você quer que o mundo a veja

Os primeiros passos no mundo da maquiagem são decisivos para a definição da identidade, variando ao longo da vida de acordo com os gostos de cada uma. Isso ajuda a construir a confiança, mostrando as virtudes que você tem ou quer ter – como poder, sensualidade, segurança, estilo, atitude – sem precisar falar nada.

Um batom muda tudo!

Depois do primeiro contato com a maquiagem, é comum começar a perceber como usar alguns produtos no rosto pode mudar a maneira como e também como se sente. Aos poucos, você deixa de se desesperar com olheiras ou com uma espinha mais evidente – não só por se sentir confiante, mas também porque tem a maquiagem como aliada. Com o tempo, você começa até a experimentar técnicas de contorno e outros efeitos que dão a ilusão de modificar ligeiramente o formato do seu rosto e quanto mais você se permite, mais você se conhece! E o mais legal de tudo é que, pouco a pouco, você começa a acreditar naquela mulher poderosa que você vê no espelho, e a ter certeza do seu valor e beleza com ou sem make.

Usar maquiagem mostra amor por si mesma!

Você é linda, insubstituível e abençoa este mundo com seus talentos únicos. Dediquei minha vida à maquiagem. A implicação de que isso pode prejudicar a auto-estima de uma mulher é algo que eu considero pessoalmente.

Mally Roncal, maquiadora americana profissional e fundadora da “Mally Beauty”, escreveu em um artigo publicado no New York Times, que centa vez, um conhecido descreveu uma outra mulher desta maneira: “Ela usa maquiagem, então você sabe o que isso significa – ela é insegura”.

A reação de Mally foi imediata: “Você sabe com quem está falando? Você não está apenas dizendo que minha a escolha de minha profissão está prejudicando a feminilidade, mas também que, eu também, aqui com um rosto cheio de maquiagem, eu “Eu também sou inseguro”!

Mally conta também, no seu artigo, que o momento de transformação em sua vida veio, quando ela estava com seu pai assistindo uma reportagem na televisão, sobre os esforços dos cientistas para curar o câncer.

Mally virou-se para o pai e disse: “Eles estão salvando vidas e estou aqui colocando rímel nas pessoas. Em que eu estou ajudando”?

“Você está curando as pessoas do seu jeito”, ele disse. “Você está educando e encorajando.”

Maquiagem não transforma você apenas do lado de fora. Ele transforma por dentro, com o preenchimento de uma sensação de poder e força, e isso é uma “tudo de bom”!